Como o uso excessivo dos aparelhos eletrônicos podem prejudicar a infância

01/21/2020

 

 

Com o avanço da tecnologia muitas crianças passaram a ter acesso aos aparelhos celulares, tablets e computadores com mais facilidade, tornando impossível imaginar uma infância sem o uso dos equipamentos eletrônicos. Mas o que muitos pais não sabem é que esta intoxicação eletrônica (vício pelo uso do aparelho), podem trazer danos à saúde, podendo durar até mesmo em sua fase adulta.

 

Para a orientadora do ensino fundamental da Escola Aldeia Betânia (EAB) Fernanda Malheiros, o ideal é que as crianças brinquem mais livremente, estimulando a coordenação motora, ou seja, correndo, pedalando, chutando bola e praticando jogos manuais. “O uso excessivo dos aparelhos eletrônicos afeta a concentração das crianças, inclusive o processo de ensino e aprendizagem”, explica Fernanda.

 

De acordo com o psicólogo Ricardo Toledo, além do vício causado pelo uso em excesso destes aparelhos e o comprometimento visual, a criança também poderá sofrer danos em seu desenvolvimento psicossocial, além de desencadear um comportamento ansioso, potencializando a possibilidade de transtornos de ansiedade.

 

“A criança também poderá desenvolver depressão e fobia social, por ficarem muito tempo isoladas em seu próprio mundo imersos na virtualidade”, comenta Ricardo.

 

Mas como identificar se o uso dos aparelhos eletrônicos já passou de um momento de distração e se tornou um vício?

 

Segundo Ricardo, os pais precisam observar a falta de interesse da criança por outras atividades quando a mesma é convidada para outras ocupações. Caso haja uma resistência em deixar o aparelho de lado e a criança demonstrar irritabilidade, isso já se torna um sinal de alerta.

 

“É importantíssimo que os pais delimitem um tempo determinado para que a criança tenha liberdade de mexer nos aparelhos e, é claro sempre monitorado pelos mesmos, de maneira que saibam tudo que a criança está fazendo. Depois deste tempo, os pais devem retirar o aparelho, explicando o motivo e envolvendo a criança em outras atividades que exijam o gasto de energia física”, explica.

 

Segue abaixo algumas dicas de brincadeiras para as crianças aproveitarem e se divertirem!

  1. Esconde-Esconde

  2. Pula corda

  3. Jogos de tabuleiros

  4. Quebra-cabeça

  5. Carrinho, boneca, casinha

  6. Gato mia

  7. Jogos com bola

 

 

Please reload

Destaque

Escola Aldeia Betânia realiza momento de instrução para a prevenção contra o Coronavírus

16/03/2020

1/10
Please reload

Últimas Notícias

Please reload

Notícias Anteriores