Primeiro encontro da Rede do Terceiro Setor começa com grande participação de ONGs

02/09/2018

Depois de um ano inteiro de grandes desafios, as instituições filantrópicas de Curitiba e região metropolitana começam 2018 com um novo ânimo e novas expectativas de crescimento. Esse sentimento foi compartilhado por muitos no primeiro encontro da Rede de Terceiro Setor realizado dia 01 de fevereiro na sede da Irmandade Betânia, localizada  no bairro Atuba, em Curitiba.

 

Gustavo Brandão, um dos representantes do Recanto Esperança, instituição que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade começou o evento falando sobre a como a heterogeneidade do grupo era positivo para aquele primeiro encontro. “Temos aqui tanto organizações que lidam com artesanato, trânsito, saúde, auxílio a pessoas com deficiência e atendimento a crianças e adolescentes, isso é muito bom para o grupo”, afirmou na abertura do evento.

 

Este primeiro contou com a participação de 66 pessoas, e teve o objetivo de discutir sobre os temas para as reuniões no ano, a estrutura da Rede, e o planejamento em conjunto as ações para 2018. Mauren Neufeld, representante da Irmandade Betânia na Rede, disse que foi um encontro provocativo e ainda não conclusivo. “Há a necessidade de amadurecer o objetivo da rede: oferecer encontros informativos e de conexões, atuar efetivamente com advocacy, ofertar capacitações. Há grande preocupação da perda da fluidez e do engessamento”, explicou Mauren. Durante o encontro, também foram levantados os assuntos de maior interesse a serem tratados durante o ano e ao ficou combinado que a reflexão e a discussão sobre a formalização da rede continuarão ocorrendo nos próximos encontros.  

 

A Escola Nilza Tartuce foi uma das instituições que esteve presente e colaborou com um café da manhã especial para o encontro. O que chama à atenção porém, é que uma das representantes desta instituição, Keite Figueiredo, foi uma funcionária no Centro de Educação e Inclusão Social Betânia (CEISB), uma filial da Irmandade Betânia, e conta que a função que exerce atualmente na Escola Nilza Tartuce foi graças ao seu aprendizado no CEISB. “Meu tempo na Irmandade me ensinou muito, não apenas da área administrativa e de secretaria, mas na área de gestão e em pequenos detalhes que só quem trabalha em uma ONG entende”, contou.

 

 

Qualquer Organização da Sociedade Civil pode participar da Rede do Terceiro Setor! As reuniões ocorrem sempre nas primeiras quintas do mês, das 8h30 às 11h30, em alguma das instituições pertencentes à Rede, e são anunciadas com antecedência pelas redes sociais.

 

Mais informações: mauren.neufeld@irmandadebetania.org.br ou  (41) 2118-7988.

 

Please reload

Destaque

Escola Aldeia Betânia realiza momento de instrução para a prevenção contra o Coronavírus

16/03/2020

1/10
Please reload

Últimas Notícias

Please reload

Notícias Anteriores