Instituições filantrópicas apostam em negócios próprios para atingir sustentabilidade financeira

02/23/2018

 

Se você quiser se hospedar no Hotel Estância Betânia ou na Pousada Betânia, o processo é bem simples, você irá entrar em contato com o setor comercial, fazer a reserva, ao chegar nos estabelecimentos será atendido e encaminhado para os respectivos quartos, terá uma equipe cuidando da sua hospedagem.

 

Ao resumir um pouco da rotina dessas duas unidades, pode até ser difícil de imaginar que por trás de tudo isso há um projeto social importante dependendo delas. Mas a verdade é que, a Irmandade Evangélica Betânia é uma instituição filantrópica que possui três negócios próprios que a ajudam a manter todo seu trabalho realizado em Curitiba e Colombo. Além das duas unidades voltadas para a área de hotelaria e turismo, a Irmandade também possui a Escola Aldeia Betânia, um colégio privado com foco em educação infantil e que a cada ano ganha destaque entre as escolas da cidade.

 

 

Unidades da Irmandade Evangélica Betânia responsáveis por levantar recursos.

Atualmente, não são muitas as instituições que conseguiam aliar sua missão com um lado comercial, mas as que conseguiram atingir, alcançam um pouco da estabilidade financeira e segurança para dar continuidade aos projetos e objetivos.

 

Em momentos de crise econômica como a vivida atualmente no Brasil (começou em 2015 e ainda persiste em 2018), um dos primeiros cortes realizado por empresas, Estado e cidadãos são as doações a essas organizações. Segundo um relatório da Benchmarking do Investimento Social Corporativo (BISC), organização que estimula a participação da iniciativa privada no desenvolvimento social, houve uma queda de 18% no volume de recursos doados por empresas e institutos nos últimos dois anos.

 

Uma das saídas encontradas por algumas instituições é ter a própria fonte de renda como um meio de lidar com momentos de pouca ajuda privada ou governamental. A Irmandade Betânia apostou por esse caminho logo no seus primórdios e desde então tem buscado se especializar tanto na área profissional quanto na área social, sem perder a identidade.

 

A coordenadora dos Projetos Sociais, Denise Lau, conta que a ajuda de outros grupos, empresas e pessoas é muito importante para o trabalho de uma instituição, pois ajuda na divulgação, no impacto que pode ser atingido, nas parcerias firmadas e até mesmo em se fazer conhecido para mais setores da sociedade. “Quanto mais parceiros você tem, melhor. No entanto, tem também um lado difícil, que é justamente você depender deles para continuar seu projeto”, conta. “Nessas horas de poucas parcerias ou mesmo doações, é bom para instituição ter uma fonte de renda própria, como é o nosso caso. Temos a Escola Aldeia Betânia, a Pousada Betânia e o Hotel Estância Betânia que juntos nos ajudam a manter nossos projetos sociais”, completa Denise.

 

Segundo um relatório feito pela administração da Irmandade Betânia, atualmente 20% dos recursos da instituição são arrecadados por meio de parcerias e doações. Os outros 80% advém das três unidades que geram recursos.

 

Porém, Denise afirma que a partir do momento em que se busca ter uma fonte de captação de renda a nível profissional, como um negócio, são necessárias readequações e uma mudança de postura enquanto instituição. “É importante ter planejamento, fazer pesquisa de mercado, ser criativo e inovador no que você irá ofertar, mas principalmente, mesmo em um negócio manter a identidade para que quem usufrua deste serviço saiba que estará ajudando uma causa maior”, explica.

 

O representante do Hospital das Clínicas de Curitiba, Diego Hatschback, conta que um dos maiores desafios de quem está com um trabalho social e um negócio é mostrar a marca e a identidade aos diferentes públicos. “Eventos como Fórum do terceiro setor que acontece entre a Irmandade Betânia e outras empresas e instituições nos ajudam a trocar informações, conhecimento, principalmente para quem está nessa jornada há muito tempo”. Diego confirma que ter planejamento e manter a identidade é fundamental. “Você tem que saber o que faz, mas precisa conhecer seu público e como sua mensagem está sendo recebida por eles”, conclui.

 

Please reload

Destaque

Irmandade Betânia realiza jantar solidário em prol da revitalização da quadra do CEISB

13/11/2019

1/10
Please reload

Últimas Notícias

Please reload

Notícias Anteriores